25 a 30 de abril: apare seus pêlos de graça

massagem depilação feminina masculina jf
Apesar de hoje ser bem mais comum as pessoas se depilarem com cera, algumas pessoas ainda são mais resistentes, principalmente por causa da falta de coragem em relação à dor, por isso muitos preferem usar a gilete. Mas dou um conselho como depiladora: se não tiver coragem de depilar com cera, que é muito mais higiênica e prática, pelo menos não usem a gilete, prefiram o aparador. Quando você raspa com a gilete, além de raspar o pêlo, está raspando também a pele, por isso a pele costuma ficar tão danificada, correndo o risco também de cortes e problemas mais graves.
depiladora jf
Do dia 25 a 30 de abril estou oferecendo gratuitamente a todas as pessoas que marcarem uma massagem, o corte dos pêlos de graça, com o aparador. Não dói nada e, pelo menos, o pêlo não fica tão grosso e nem espetando, como costuma acontecer com quem usa a lâmina.
depilação feminina e masculina juiz de fora jf
Para isso, basta marcar a massagem e disser que quer aproveitar para aparar os pêlos (precisa dizer, afinal não obrigo ninguém a ficar bonito, kkkk).
Basta marcar pelo whatsapp 32988465378.
Sugestão do Google pra você :

Cozinha: meu cantinho do café e dos temperos

Antes era só o cantinho dos temperos e dos talheres, mas resolvi fazer esse cantinho do café recentemente, tem coisa de 2 semanas, quando voltei a tomar café. Não é que eu nunca tomasse café, tomava sim, vez ou outra, de preferência um pingo de café e o resto de leite, Puro, só na casa dos outros, mas aquela coisa de acordar e fazer uma garrafa de café era coisa que não fazia há mais de 20 anos. Entretanto, eu vivia com sono, muito sono, um sono incalculável. Por um lado, elétrica por dentro querendo fazer mil coisas num único dia, por outro lado um sono incontrolável que me impedia de fazer uma boa parte das coisas que pretendia. Eu achava que este sono poderia ser por falta de proteína, já que raramente como carne (branca ou vermelha, vermelha menos ainda), porque apesar de gostar muito de ovo, não consigo comer mais que 2 por dia, e devido ao fato de fazer atividade física, sei que 2 ovos não é o suficiente. Mas também podia ser velhice, a gente tem que encarar que com o passar do tempo já não tem a mesma energia da juventude, por mais que morra negando e tentando se virar do avesso para conseguir fazer sempre mais que antes. Então decidi voltar a tomar café e tenho ficado mais elétrica, tem dia que até estou com os olhos vidrados, como se não conseguissem fechar, rsrsrs.
Não sou uma pessoa minimalista e por isto a minha casa também não seria. Eu sou uma pessoa cheia de vivências, cheia de histórias, e minha casa é isto também. Este simples cantinho, tem tanta história para contar!
O armário ganhei da minha irmã Ju, uns 5 anos atrás, era da casa dela da época em que pela primeira vez ela foi morar sozinha com o filho. Depois foi morar com a minha mãe e o armário ficou aqui, me deu de seguida, hoje casada tem outro. Tanto as panelas do lado esquerdo, quanto as latas de mantimento em cima do armário, ganhei da minha querida avó. As latas, vale dizer, têm com certeza mais de 50 anos! As panelas ganhei alguns anos atrás, no meu noivado, e eu estava doida para fazer esse negócio de pendurá-las na parede, acho tão rústico! Então comprei dois ganchos bem fortes, desses de pendurar rede, preguei na parede e ficou bem mais prático para cozinhar.
Coloquei no armário minha Nossa Senhora Aparecida, minha mãe e minha protetora, que tanto já me amparou em seu colo!
Temperos, temperos, temperos, o que seria da vida sem tempero? E eu gosto da vida com muitos temperos, tem tudo o que preciso ali: alecrim, cominho, oréganos, manjericão, coentro, pimenta, cury, açafrão, louro… Ah, e não podia faltar: muito cravo e canela para trazer calor para casa! 
No cantinho do café, do lado da garrafa térmica, tem os biscoitos que meus cachorros comem mais do que eu, rs. Basta ouvirem o barulho do pote para ficarem animados! Na frente tem um jogo de geleias, que um amigo muito querido trouxe para mim de São Luis, MA, tem geleia que eu nunca tinha comido na vida, tipo a de cupuaçu e a de bacuri, a de bacuri foi a que gostei mais.
No centro do cantinho do café, uma casinha que trouxe de Portugal, de uma viagem que fiz para Funchal, Ilha da Madeira, com uma amiga muito querida. Embaixo dela, aliás, está um jogo de abridores de vinho que também ganhei dela, sei que vinho não tem nada a ver com café, mas a lembrança sim! E atrás, um quadro que ganhei de um amigo muito divertido, é desses quadros que pintam para a gente na hora nos barzinhos, adoro arte!
Os talheres, maioria, ganhei da minha amiga Tat, assim que me mudei para o Brasil. Os guardanapos, de pano, eu mesma confeccionei para comemorações especiais. A tábua de queijos também ganhei de presente no meu noivado, e fica ali para eu me lembrar de comprar queijo, rsrs. Minha lanterna de led fica sempre a mão para situações de emergência, e meu óleo de côco por razão contrária: fica ali porque estou sempre usando, não vivo sem.
Na lata de Coca-cola com o meu nome coloquei uma florzinha que colhi do meu quintal, gosto de ter flor em casa, sinal de vida e de alegria! A xícara pendurada, única xícara grande que tenho, rs, ganhei do meu querido primo e grande amigo Gui. Tenho copos que ganhei da Leninha, minha manicure e amiga em Portugal, que saudade dos nossos papos nos sábados às 15h! De Portugal tem também duas taças de vinho, até parece que ainda bebo como antes, rsrsrs, mas é bom lembrar, a vida deve ser comemorada e brindada!
Sugestão do Google pra você :